Meu Metro Quadrado

Duas regras básicas de financiamento imobiliário

25 de janeiro de 2016


Se começamos o ano falando dos planos de se mudar, um plano só é mesmo um plano quando colocamos dois números importantes: data e cifrões. Diretamente, só posso ajudar no segundo número, então é importante falarmos sobre capacidade de pagamento. Quem aqui sabe quanto custa o que quer e como pode pagar? A conta, no cenário que não falo nem o nome, anda meio apertada para quem precisa de financiamento, mas basicamente funciona assim:

  • Para imóveis usados – se optarmos pelo habitacional da Caixa, você precisa ter 50% do valor proposto em mãos. Logo, se você olha um apartamento de R$ 400.000, precisa de R$ 200.000 como entrada.
  • Para NOVOS em construção – você paga normalmente 40% na obra e o saldo pode ser financiado. A linha de financiamento de imóveis novos (0 Km) ainda está mais fácil que de imóveis usados, mas não sabemos por quanto tempo.

Lembrando que os bancos privados têm outros percentuais e cada cliente, conforme seu perfil, pode conseguir uma negociação diferente.

Outra continha de padaria boa para ter em mente é que a cada R$ 4.000 de renda bruta, podemos levantar R$ 100.000 no banco e um contrato de financiamento imobiliário permite até duas pessoas. Então um casal com renda bruta total de R$ 8.000 consegue levantar R$ 200.000. E aí? Ficou mais fácil de visualizar as possibilidades?

Então vai sonhar acordado e visita nosso site, checa as novidades – como o apartamento da imagem acima, que entrou recentemente no nosso catálogo! Aproveita e faz uma simulação de financiamento aqui.

Boa semana gente linda!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@meumetroquadrado